Sobre idade – 29 não é 30.

Estou me aproximando dos 30. Uma realidade que desde os 27 tento me adaptar, pra não ter que passar por um daqueles episódios irritantes de crise de identidade que todo mundo relata. Inclusive, na minha humilde opinião, aniversários são tão super estimados que acabam causando esse tipo de reação na gente.

A importância do “não” em nossas vidas

Não. Essa é uma palavra que apesar do contexto negativo, é libertadora. Mais que libertadora, ela é extremamente poderosa. Outro dia enquanto revia um filme com meu marido em casa, “Yes Man” com Jim Carrey, comecei a pensar nos benefícios de um não bem dado pra nossa saúde mental. Essa foi a primeira vez que pensei no outro lado da história enquanto assistia Carl, personagem do Jim, cometer uma infinidade de loucuras com o proposito de sair da sua famigerada zona de conforto.

Playlist #5 // Desligando

Ouvir enquanto toma um chá na varanda apreciando o fim da tarde, enquanto espera pela chegada de alguém muito querido ou enquanto olha as pessoas indo e vindo numa mesa de cafeteria. Essa playlist é pra todos os momentos em que você só quer esquecer das coisas que estão acontecendo ao seu redor, porque mesmo que elas estejam lá preenchendo sua cabeça com um turbilhão de pensamentos, ainda podemos escolher tirar 30 minutos pra desligar de tudo.

Controle é uma farsa

Já reparou que quando tem algo de errado com a gente, nada mais ao redor parece funcionar de maneira certa, apesar de seguir a mesma rotina/dinâmica? Alguém mais já sentiu essa sensação estranha? É como se você fizesse as coisas no automático e somente depois se desse conta do que fez ou como se você estivesse perdido em pensamentos e acordasse sem lembrar se no meio do caminho mudou a ordem das pedras.

Little Girl Blue

Ontem estava em um daqueles dias que você passa horas e horas procurando algo pra ver na Netflix. Foi quando me deparei com um documentário poderosíssimo sobre Janis Joplin. Antes de ver, mal sabia o quanto que ficaria tocada com a história de força, dor e libertação daquela mulher incrível. Queria ter previsto antes, porque