Quando nos mudamos pro nosso primeiro apartamento, 5 anos atrás, eu comecei a alimentar uma certa obsessão por plantas em casa. Super encorajada pelo Instagram e Pinterest principalmente, queria que minha pequena varandinha fosse bem verde e rústica.

Porém, como diz o ditado, alegria de pobre dura pouco. Acontece que ainda era meio newbie nesse universo e precisei encarar algumas dificuldades até entender como tudo funcionava. Eu não tinha disciplina e plantas exigem muita dedicação. Isso sem falar nas pesquisas, porque sim, você precisa pesquisar bem antes de colocar plantas na sua casa, especialmente se tiver animais de estimação.

Primeiro apê deu tudo errado

Quando alugamos o primeiro apê, estávamos tão empolgados com a ideia de sair de casa que esquecemos de verificar se o apartamento era poente ou nascente. E aqui vai uma dica se você estiver alugando um imóvel pela primeira vez: Vá visita-lo durante a tarde! Não pela manhã, não no final da tarde, não de noite! Sempre depois das 13h.

Como não fizemos isso, descobrimos apenas depois que ele torrava das 11h até 15h30 da tarde, o que deixava a varanda extremamente quente (assim como o apartamento) que ficava sem muita ventilação no verão e com o sol escaldante batendo nas paredes parte do dia. Se esse é seu caso atualmente e se sua planta não for um cacto, tire ela imediatamente da luz direta escaldante.

Não preciso nem dizer que vivia gastando dinheiro com plantas que morriam depois de alguns meses porque escolhia as plantas erradas e deixava todas elas no lugar errado. Depois de um tempo comecei a achar que era perda de tempo e parei de comprar novas plantas. Fiquei apenas com as mais resistentes. Cactos, uma jiboia e uma zamioculca guerreira (que tenho até hoje).

Mudanças

Minha mãe chegou a me dar algumas plantas logo depois que fizemos a segunda mudança. Dessa vez o apartamento era nascente, tudo estava perfeito e na época que nos mudamos era inverno. Que erro cometi confiando que minhas plantas iam adorar as chuvas da estação hahahha. Metade delas morreram afogadas com a raiz podre. Assim como calor demais prejudica, água demais é ainda pior.

Fiquei um tempo somente com as plantas guerreiras, até que um ano depois estávamos nos mudando outra vez, para o lugar que estamos até hoje. Na minha ânsia por diminuir o tanto de tranqueira que tinha em casa, dei todas as minhas plantas remanescentes pra minha mãe com exceção de duas: A jiboia e a zamioculca. Por algum motivo especial você consegue realmente criar vínculos com plantas e não conseguia nem pensar em deixar as duas pra trás.

As plantas para iniciantes

A dica pra você que está começando a cultivar plantas dentro de casa é a seguinte: Pesquise antes de comprar. Verifique se a planta é resistente, que tipo de iluminação ela precisa e quando do seu tempo ela vai exigir com troca de vaso, adubação e rega. Escolha as mais resistentes e versáteis. Lembram das minhas guerreirinhas sobreviventes? Pois é, existe uma infinidade de plantas que exigem manutenção mínima e que deixam sua casa cheia de vida.

Aplicativos para cuidados

Plantas exigem cuidados, mesmo que sejam resistentes você precisa se atentar a alguns detalhes importantes pra que elas continuem fortes. Rega, adubação, manutenção. Uso dois aplicativos que me ajudam com isso.

cuidados-plantas-troca-de-vaso
Gardenia

No Gardenia eu catalogo minhas plantas com nome de batismo e nome científico. Lá eu também marco a última adubação e quando será a próxima e também cadastro a notificação de rega pra que ele me avise sempre no mesmo horário quando devo dar um pouco de atenção pra elas. Com o tempo você vai percebendo o horário que elas mais gostam de água. (ignore os nomes ridículos que dou pras minhas plantas hahaha)

Noto que minhas plantas ficam muito mais felizes com rega a noite (vai parecer estranho, mas você também começa a perceber a planta tristinha e feliz hahahaha, você não está ficando louco(a), elas tem necessidades especiais mesmo). O catálogo do app ainda não é tão legal, mas você pode inserir as informações de maneira manual quando não consegue encontrar uma planta

PlantNet

Esse aplicativo é ótimo pra buscar informações sobre plantas. Ele consegue identificar o tipo através de fotografias e dá sugestões pra aumentar as chances de acerto. É bem eficaz pra quem ganha plantas ou encontra na rua e quer saber qual é. Como você já está esperto, vai saber o nome da planta antes de comprar, dai é só catalogar direitinho no Gardenia.

A última dica é esse vídeo muito completinho da Youtuber Rachel Aust. É um manual super completo. Recomendo muito!


Bem, é isso! Eu vou atualizando esse post caso descubra mais coisas sobre plantas. Espero que tenham gostado ♥

Posted by:Agatha Chris

Por aqui escreve sobre as coisas que ama e tudo que há ao seu redor. Não vive sem sonhos, chocolate, cachorros, cinema, séries, música, fotografia e Netflix. Email: agavalenca@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *